• Fachada
  • Jardim
  • BMB01

O Programa de Atenção à Saúde Reprodutiva da Mulher (PROSAM) é uma ação de extensão da Faculdade de Medicina da UFCA que tem como objetivos principais: 1) trabalhar educação em saúde, com foco na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) em mulheres, especialmente a infecção por HPV, principal fator de risco conhecido para o desenvolvimento do Câncer de Colo Uterino; 2) capacitar os acadêmicos de medicina da Universidade Federal do Cariri nas áreas de ginecologia e patologia ginecológica; 3) disponibilizar um serviço laboratorial para pacientes usuárias do SUS, com entrega de resultados do exame de prevenção do câncer de colo uterino -  “Papanicolau”; 4) promover atualizações nos temas do programa para profissionais de saúde da atenção básica dos municípios onde estão os campi da UFCA.

As ações serão desenvolvidas primeiramente através de capacitação dos integrantes do programa para posterior realização de atividades práticas na coleta de material do colo do útero de pacientes de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) participantes. Atualmente, o PROSAM mantém convênio com uma UBS da zona rural de Barbalha, localizada no sítio Lagoa, onde ocorrerão as atividades de promoção à saúde, bem como a coleta dos exames preventivos. A coloração e o preparo das lâminas para análise serão realizados no laboratório de patologia da UFCA, situado no campus Barbalha. Tais lâminas, após liberação dos seus resultados em tempo ágil para as pacientes, posteriormente servirão como banco de dados para pesquisa retrospectiva epidemiológica e estudo dos alunos. Além disso, serão ministradas rodas de conversa com as mulheres dessas UBSs com o intuito de estimular a realização do exame preventivo contra o Câncer Cérvico-Uterino.

O termo “saúde reprodutiva da mulher” foi adotado pelo programa, pois engloba desde a atenção ao início da vida reprodutiva, nas adolescentes, até o fim da vida fértil, idade em que ainda podem restar consequências de uma vida sexual mal conduzida. Nesse contexto, esse tipo de atenção à saúde agrupa o acompanhamento dos ciclos menstruais, o aconselhamento familiar, as consultas de pré-natal, parto e pós-parto, o climatério e a menopausa e, finalmente, as doenças infecciosas e cancerosas do sistema genital feminino, principalmente, aquelas sexualmente transmissíveis. 

Visto que o câncer de colo de útero é na maioria das vezes decorrente de uma DST (infecção por HPV), a educação em saúde é uma medida preventiva relevante para a contenção desse problema. Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda as “rodas de conversa” para melhorar essa realidade, com grupos de até 20 participantes de 10 a 14 anos ou 15 a 19 anos, em vez de palestras ou métodos tradicionais, para esclarecer quaisquer dúvidas sobre assuntos tão íntimos.

O PROSAM é formado pelo médico patologista Sávio Samuel Feitosa Machado (coordenador), enfermeira Magnollya Moreno (mestranda em desenvolvimento regional pela UFCA), pelos estudantes de medicina da UFCA: Cecília Alves, Daniel Facundo, Deryk Alves, Francisco Hélio, Ionara Bastos, Jardelina Brena, Karina Cristina, Luisa de Marilak, Marco Felipe, Rafael Correia e Talinni Tavares e pela estudante de jornalismo da UFCA Fernanda Ribeiro. A ação recebe o apoio da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) e da Diretoria de Assuntos Estudantis (DAE) da Universidade.